SCHNAUZER 🐶 – Aprenda tudo sobre a raça com esse guia!

 

Caso precise de um treinamento para adestrar seu cão de forma fácil e profissional, clique aqui

 

Ficha do Schnauzer

Os Schnauzers médios eram famosos em toda a Alemanha por suas habilidades em proteger crianças. Hoje em dia, eles permanecem brincalhões, pacientes, protetores e companheiros dos que ainda estão na infância e dos mais velhos. Além de tudo isso, eles são cães de guarda de classe mundial, mostrando determinação e senso de controle; qualidades que fazem desta uma raça extremamente eficiente para proteger e defender – tanto propriedades como pessoas.

 Schnauzers médios vão latir quando sentirem uma ameaça para a família, mas eles não vão fazer um ruído aleatório ou excessivo, provando que esta raça não é do tipo que late por qualquer coisa quando devidamente treinada e adestrada; mas, sim, em função de situações estranhas ou que julgue representar algum tipo de ameaça.

Originalmente chamada de Pinscher de Pelo Duro, a raça dos Schnauzers conta, hoje, com três variações e; além dos cães da raça de tamanho médio (ou standard), também há os miniatura e os gigantes, que foram criados a partir de diferentes misturas de raças.

Origem

Embora não se saiba, exatamente, quais foram as raças cruzadas para que houvesse o surgimento dos cães Schnauzer, é sabido que o Pinscher é um ancestral da raça; sendo que nomes como Spitz e Poodle também entram na lista de supostas raças que podem ter dado origem à este cãozinho tão brincalhão e cativante.

Muitas vezes utilizado no sul da Alemanha para funções como a de cão de guarda, o Schnauzer costumava atuar com a proteção e a vigia de estábulos em tempos mais antigos – sendo usado para esse tipo de atividade, principalmente, em função do seu bom relacionamento com os cavalos.

No entanto, até os dias de hoje esta raça é bastante usada como ferramenta de auxílio em tarefas de guarda e proteção desempenhadas por seres humanos – já que, além de contar com um grande senso de controle, este cão também é capaz de identificar situações de perigo de forma bastante rápida.

A primeira vez de que se tem registro que um cão desta raça foi apresentado ao mundo foi em 1879, sendo que foi somente em 1904 que ela foi registrada oficialmente sob o nome de Schnauzer, embora os cães essa época fossem de aparência muito diferentes dos que conhecemos nos dias de hoje.

Enquanto o cachorro Schnauzer Médio (ou Standard) foi reconhecido pelo AKC – American Kennel Club em 1904, as suas demais versões demoraram ainda mais tempo para serem consideradas e ganhar um registro próprio – sendo o Schnauzer Miniatura reconhecido oficialmente a partir do ano de 1926 e o Schnauzer Gigante somente em 1930.

Comportamento

O Schnauzer médio é inteligente, sociável, leal, carinhoso e tem uma boa memória. Ele é conhecido por sua tendência a latir demais, mas se você o educar bem, só o fará quando for pra agradar seu dono – ou alertá-lo em relação a algum tipo de perigo ou ameaça que possa estar se aproximando.

Bastante territorial, o cachorro desta raça tende a ser um tanto quanto agressivo com estranhos ou desconhecidos que demonstrem muita proximidade com seus tutores; e este é mais um motivo pelo qual é extremamente importante se preocupar com a educação, o treinamento e o adestramento de um Schnauzer ao levá-lo pra casa; já que, em função deste grande nível de territorialidade, o animal pode acabar atacando pessoas amigas por interpretar sua proximidade como um indicativo de ameaça.

Sempre alerta e atento aos detalhes, o Schnauzer Médio é um cão destemido, sempre pronto para brincar com as crianças e extremamente inteligente, sendo dono da 22ª posição no ranking das raças caninas mais espertas de todo o mundo. Em função disso, é um cachorro que pode ser treinado e condicionado para os mais variados tipos de trabalho ou comportamento com certa facilidade – sendo que, assim como no caso de todas as raças caninas, quanto antes for iniciado seu processo de aprendizado, mai eficiente e rápido ele poderá ser.

Tendo em mente que o seu nível de inteligência já é bastante alto quando comparado com o de outras raças, fica ainda mais interessante o fato de que os três tipos de porte da raça Schnauzer figurem em diferentes posições do ranking. Enquanto o Schnauzer Standard ocupa a 22ª posição no ranking, o seu descendente Schnauzer Miniatura se destaca na posição de número 12 – e o Schnauzer Gigante fica um pouco para trás de seus demais ‘irmãos’ de raça, ocupando o 35º lugar na lista das raças caninas mais inteligentes do mundo.

De acordo com este ranking oficial, as colocações variadas dos tipos de Schnauzer na lista de inteligência indicariam que o nível de aprendizado e de obediência dos tipos Miniatura e Standard é ótimo, e esses cães necessitam que uma instrução ou comando seja repetidos entre cinco e 15 vezes até que o animal seja completamente capaz de compreendê-la – enquanto o Schnauzer Gigante, que ocupa a 35ª posição, precisaria de até 20 repetições de um comando para entendê-lo plenamente.

Aspecto

Schnauzer Médio é um cão robusto. Seus membros são musculosos e a cabeça é alongada e barbuda. As orelhas podem ser cortadas de forma a ficarem altas ou ao natural, em forma de “v”. A cauda também, muitas vezes, é cortada e o comprimento deixado é de cerca de três vértebras. Tem um pelo áspero e duro e pode ser preto puro ou “sal e pimenta”.

Com altura que varia entre 45 e 50 centímetros e peso que pode ir de 13 a até 22 quilos – dependendo se o cachorro é macho ou fêmea – o Schnauzer é bastante reconhecido pela sua pelagem facial, que se assemelha a um bigode.

Cuidados específicos

Schnauzer Médio é perfeitamente adaptado para viver dentro de uma casa, mas como ele é um cachorro muito enérgico e ativo, precisa de exercícios diários para se manter com saúde. A sua pelagem também requer um nível considerável de atenção, e escovações nos pelos são recomendadas semanalmente para evitar que se formem nós nos fios e, consequentemente, o acúmulo de sujeiras (que pode desencadear problemas de pele como a dermatite no animal).

Saúde

O Schnauzer médio é um cão saudável, resistente a doenças. Contudo, pode sofrer de um tipo específico de dermatite folicular. Também pode sofrer de conjuntivite causada pela irritação do pelo e atrofia progressiva da retina.

História do Schnauzer

Não há registros concretos escritos de como e quando foi criado o Schnauzer e, em função disso, ao longo dos anos, os especialistas em cães criaram algumas teorias diferentes. A mais popular é a que, provavelmente, está mais próxima da verdade, sendo relacionada com os artesãos e agricultores na Alemanha do século XIV, que viajaram o país para participar em mercados, com carros carregados de produtos e outros objetos.

Os artesãos precisavam de um cão de porte médio: com tamanho e força suficientes para ser um cão que conseguisse guardar o carro, mas pequeno o suficiente para não ocupar muito espaço nele. Essas pessoas, que eram de natureza prática, também queriam que este cão fosse útil em casa, como excelente caçador de ratos capaz de realizar um trabalho duplo, manter a casa segura e livre de parasitas.

A origem da raça do Schnauzer, no entanto, é amplamente conectada com os cães da raça Pinscher, sendo que há a possibilidade de que cachorros de raças próximas ao Poodle e ao Spitz também possam ser considerados entre os ancestrais desta raça específica.

Conforme citado na ficha do Schnauzer, nos dias de hoje a raça é dividida em três tipos distintos: Schnauzer Standard, Schnauzer miniatura e Schnauzer Gigante, sendo que o nível de inteligência dos tipos médio e mini é um pouco superior ao do tipo gigante (que também foi a última versão da raça a ser oficialmente reconhecida pelo AKC).

Sendo o Schnauzer Standard o primeiro cão da raça a surgir e a ser reconhecido oficialmente pelo AKC – American Kennel Club (em 1904), ele foi bastante usado como ferramenta de auxílio no trabalho humano, atuando como um forte e eficiente cão de guarda (função que exerce até os dias de hoje em muitos locais).

Embora o seu reconhecimento oficial só tenha ocorrido, de fato, em 1907 – a primeira aparição de um cão Schnauzer Standard é datada de 1879, na Alemanha – seu país de origem e onde era, originalmente, chamado de Pinscher de Pelo Duro (mostrando a grande conexão que essa raça possui em relação aos cães da raça Pinscher).

De acordo com uma das versões defendidas por estudiosos de raças caninas, o cachorro Schnauzer já seria presente conhecido desde meados dos anos de 1300; época em que, teoricamente, ajudaria os humanos com a caça de animais nocivos e n tarefa de proteger fazendas e possíveis rebanhos que pudessem existir no local.

Bastante familiarizado e tranqüilo no contato com animais como cavalos, o cachorro da raça Schnauzer é, desde os tempos mais antigos e até os dias de hoje, bastante usado em trabalhos de fazenda, similares ao pastoreio – sendo de grande eficiência em manter salvos e juntos os diferentes grupos de animais com quem trabalha.

Atlético e bastante resistente em função de seu corpo robusto, o cão Schnauzer Médio pode ser facilmente condicionado aos mais variados tipos de trabalho – já que a combinação de inteligência e força faz dele uma espécie de ‘cão para toda obra’.

 

Caso precise de um treinamento para adestrar seu cão de forma fácil e profissional, clique aqui

 

Características do Schnauzer

 

O Schnauzer médio é um animal que anima ver e ter, e a beleza pura e nítida desta raça é incrível. O Schnauzer médio tem uma personalidade vital e individualista, o que torna um prazer conviver com um. O Schnauzer Médio é, sem dúvidas, uma das raças mais versáteis. É pequeno o suficiente para uma mulher segurar, mas grande o suficiente para os homens mais fortes. Ele é robusto e flexível o suficiente para ser um cão de trabalho, apesar da pequena altura que não torna o Schnauzer médio um cão desastrado. Seu tamanho ideal, combinado com uma pelagem bem conservada, exalando odor canino mínimo, sugere a muitas pessoas que esta é a raça de cão ideal para qualquer um.

No entanto, nada poderia estar mais longe da verdade. A combinação de inteligência e alegria desta raça pode fazer um Schnauzer médio ser um animal um pouco difícil de lidar para muitas famílias. Este é o cão que muitos apaixonados por cães descrevem como “o cão com um cérebro humano.” Claro, o cérebro é muito inteligente dentro de seu corpo rápido, ativo e ágil que faz desta raça, se devidamente treinada, um cão de trabalho muito sensível e confiável. Para isso, o fundamental é o treino adequado.

A mente do Schnauzer médio não desenvolve toda a sua personalidade quando se trata de um filhote criado em criadouro. Sua mente se desenvolve melhor quando interagem de perto com a sua família humana. Eles tem, em geral, uma inclinação a serem despertos, curiosos e, por vezes, criativos. Estes cães podem ser brincalhões e às vezes teimosos. Tem um forte senso de auto-estima e pode não perdoar as pessoas e crianças que maltratem os cães.

Se trata de uma raça ‘para pessoas’, e o cérebro do Schnauzer médio precisa da estimulação que só pode vir da vida com uma família. Não é um cão de viver com uma única pessoa. Muitos vão escolher um membro da família como seu líder favorito, mas rapidamente aceitam os outros membros da família e os membros de seu círculo íntimo. As crianças devem respeitar o senso altamente desenvolvido de dignidade desta raça.

Elas devem tratar o Schnauzer médio com respeito, pois se dão respeito, em troca, recebem um companheiro extremamente amoroso e fiel. Apenas a família e alguns amigos escolhidos terão o privilégio de serem agradados por ele, que chega abanando o rabo, jeito com o qual o Schnauzer Médio recebe as pessoas especiais quando voltam para casa. É uma saudação muito seletiva e é uma das características da raça.

Não é conveniente enganar o Schnauzer médio com truques desnecessários. Embora, por vezes, tem um bom senso de humor canino, na verdade, o Schnauzer médio leva seu trabalho muito a sério como guardião doméstico. A casa e o carro pertencem ao Schnauzer e uma visita não anunciada fará o Schnauzer latir. Latido que não condiz com seu tamanho médio. É excepcionalmente alerta ao que está acontecendo ao redor dele e está ciente de quaisquer alterações. Sua reação é mais para defender e não tanto para atacar. É uma pena para o carteiro que não dispor do seu tempo para fazer amizade com este grande cão de porte médio.

As orelhas devem ser mantidas intactas, tanto no Reino Unido como em muitos países da Europa continental, o corte de orelha é proibido por lei. Até mesmo a cauda deve ser deixada intacta em alguns países da Europa continental, devido a novas leis contrárias à amputação da mesma. No Reino Unido, se um criador quer que seus cães tenham a cauda cortada, quem fizer o procedimento deve ser um veterinário certificado a executar esta operação.

Embora seja uma raça canina capaz de viver bem e com saúde em locais menores e mais restritos, como apartamentos, o Schnauzer Standard é um cachorro extremamente ativo e com muita energia para gastar – portanto, se a sua intenção for a de levar um cão da raça para fazer parte da sua família, é bom saber que ele precisará de caminhadas longas diárias para se manter bem e com saúde, caso contrário, pode ficar mais sujeito a desenvolver problemas de saúde.

Bastante conhecido pelos amantes de animais em função da sua pelagem facial, que forma uma espécie de bigode, o Schnauzer também é um cão que exige alguns cuidados específicos com os pelos – que devem ser escovados com certa freqüência para evitar a formação de nós e o acúmulo de sujeiras na pelagem, que podem desencadear problemas de pele diversos como o da dermatite.

Banhos regulares e tosas higiênicas também são fundamentais para manter a saúde dos cães da raça, e há, ainda, uma série de regras específicas para que a tosa do Schnauzer seja feita de acordo com as normas oficiais de grooming.

Bastante amigável e, em alguns casos, um tanto tímidos na socialização com outros cães ou animas de diferentes espécies, o Schnauzer Médio é um cão que se dá muito bem no contato e no convívio com crianças – sendo um cachorro facilmente indicado para fazer parte de famílias grandes e com muitos pequenos.

Extremamente protetor e amoroso com seus tutores mais próximos, o cão desta raça também costuma ser muito desconfiado com pessoas estranhas ou desconhecidas que se aproximem do seu dono – fazendo de tudo para defendê-lo de qualquer tipo de ameaça que julgue estar se apresentando. Em função disso, é importante que receba algum tipo de treinamento ou adestramento enquanto ainda filhote, evitando que na fase adulta possa se tornar agressivo para proteger os que ama ao imaginar uma situação de perigo.

Com uma expectativa de vida que gira em torno de 14 anos, o cachorro desta raça específica é bastante brincalhão e animado, podendo ser a opção perfeita para quem busca um animal de estimação companheiro e amoroso.

Caso precise de um treinamento para adestrar seu cão de forma fácil e profissional, clique aqui

Fonte: CachorroGato @ https://www.cachorrogato.com.br/racas-caes/schnauzer/

 

You May Also Like